Archives
You are currently viewing archive for March 2010
Posted By Renata Xavier
Ontem passei a tarde na maternidade fazendo um curso preparatório p o nascimento da Filhinha. Palestras com pediatra, obstetra e uma especialista em amamentação. Conheci toda a maternidade e achei as instalações ÓTIMAS, claro, não se trata de um Albert Einsten mas nem de uma Santa Casa de Misericórdia de Araras. É algo um pouco mais up q Unimed Araras.
Volto lá essa semana p mais cursos de amamentação com a tal especialista (tem nome esse tipo de profissional em português?) e tb quero fazer um outro de massagem no bebê. Vou procurar cursos similares em inglês pois o pai da Filhinha tem q se inteirar das coisas, achei MUITAAAA informação pra minha cabeça, credoooo qta coisa um recém nascido requisita da gente?
Pra ser sincera tô achando um saco esses detalhezinhos, as compras das miudezas urggg! Achava q tudo se resumia a berço (q agora já descobrimos q no começo eles preferem um moisés), carrinho, cadeirinha de carro e enxoval, mas não a lista segueeee...cortador de unha, álcool 70% pro umbigo, banheira, rolinho p o bebê não virar, capa p carrinho, aspirador nasal, sabonete, shampoo e afins, mas cada item uma marca ou um tipo melhor q o outro e fora a minha lista: absorvente, protetor de seio descartável, sutiã de amamentação etecetera e eteceteraaaa.
Óia; descer zilhões de vezes pra Ilhabela p organizar casamento foi muito mais divertido!!! Escolher menu, degustar bebida, escolher música, convidados, decoração, salão é muito mais a minha praia, sabe?
Não vejo a hora de organizar o batizado, nossa vai ser um mini-casamento, bom; preciso ver como apresentar isso pro Jamie quaquaaa se eu vier com uma lista enorme de convidados, banda, champanhe e uísque ele vai vetar. Já sei, desde já vou explicando p ele q na “minha cultura” batizado é um grande eventooo, comemoramos não só com a família e sim com os amigos mais “chegados”.

Somente semana passada achei uma loja com móveis e demais acessórios decente, tudo q tinha visto até então era muito igual, muito chinfrim pra não dizer brega (povo aqui é carregadooo!) A ideia (sem acento, ainda custo a acreditar neste novo acordo ortográfico da língua portuguesa) não é comprar tudo do bom e do melhor pra Filhinha não é isso; temos um orçamento apertado pois a vida na ilha é bem mais cara q no Canadá, mas procuro algo básico, simples sem rococó. Feliz por ter achado a Baby’s Planet e totalmente desapontada com a primeira compra feita pelo meu marido...

stroller

De cara ele comprou esse carrinho do tamanho de uma Honda Biz (leia scooter) urgggg! Sem pesquisar achou q era esse o carrinho de corrida q a Filhinha, eu e ele vamos precisar. Qdo saímos da loja e ele teve q remover a roda dianteira p fechar e colocar no carro já falei: eu preciso de um carrinho mais pratico, ok?
Conclusão: agora pesquiso outros carrinhos e cadeirinha de carro ooo Dios Miooo!

 

 

 
Posted By Renata Xavier
Depois de uma semana mudando minhas refeições CONSEGUI achar a dieta certa e minha taxa de glicose agora está abaixo do normal. Coisa boa, hein?
Falando em saúde ando acompanhando a reforma q o Obama tenta fazer no sistema de saúde americano, o pior é q ele conseguiu passar pelo congresso, ainda falta o Senado, mas tô achando q ele vai conseguir. Digo pior porque depois de 8 anos no Canadá sou super CONTRA o sistema de saúde público e simplesmente porque o custo desse serviço é MUITO alto, sem contar na precariedade do atendimento. Renata vc tá falando q o serviço de saúde no Canadá é precário?
Olha; pra mim era sim! E posso aqui explicar o q me chateava...
Ter um problema de pele e ter q passar pelo médico de família um mero clínico geral p tentar sanar o caso pra mim é precário... caso ele não consiga sanar meu problema ele me encaminharia p um dermatologista e como não era caso de urgência eu iria ficar uns 2 ou 3 meses na fila de espera. Quer dizer, meu problema iria se resolver por sí só, ou eu iria tomar outras providências. De cara já encrenquei com o nosso médico de família em Vancouver pois não houve jeito, ele não me encaminhou p o dermato!
Em casa tivemos outros probleminhas de saúde q levaram muitoooo tempo p serem resolvidos, mas nem convém aqui mencionar.
Outra coisa q me irrita ouvir é qdo o imigrante brasileiro fala: aaaa até q por ser de graça o serviço até q é bom.
De graça uma caetana, pra não dizer aqui um palavrão (tenho até o final do ano pra eliminar os palavrões do meu vocabulário) enfim; não lembro dos valores na província de Alberta, mas em BC acho q era uns $100 por mês, claro q meu marido é bem empregado e a empresa dele ajudava um pouco com esses custos, mas dizer q é de graça é muitaaa ignorância. Sem contar q o imposto retido na fonte é super alto, qdo trabalhava o leão mordia 36% do meu salário e do Jamie por volta de 43%, é seu sócio o tal do governo canadense.
 
Posted By Renata Xavier
Venho de família modesta no Brasil mas sempre pudemos pagar seguro saúde, e toda vez q precisamos usar fomos atendidos prontamente e por um especialista.
Também preciso mencionar aqui q se for caso de urgência o Canadá lhe oferece todo o atendimento necessário, mas tem coisa q eu acho q é urgente e quero resolver logo, ser atendida por um especialista e não ficar trocando medicação receitada por clinico geral.
Na verdade, a ideia de não ter o produto privado p os q podem comprar me chateava no Canadá, achava muito precário não poder escolher entre privado e público.
É ai q acho q os EUA vai dar sorte pois mesmo a reforma do Obama passando o produto privado irá perdurar e com isso o atendimento de muitos não serão alterados.
Devia fazer uma sessão: coisas q não tenho saudades do Canadá:
Clima: acho q encabeça a lista, mesmo esquiando bem, patinando +/-, ficar cheia de roupa por + de 6 meses era muito chatoo!
Sistema de saúde: é ridículo!
Regras: ooo lugar pra ter regrinhas pentelhas, credooo!
Cultura local: o q é realmente canadense? ok, o xarope da planta Maple, aquele melado q sai da seiva... o jogo de Hockey no gelo e o q mais? Essa falta de identidade tb me irritava, surtava qdo ouvia a moçinha de 30 anos nascida e CRIADA no Canadá dizer: Sou grega!aaaa vai t catar, só porque tem pais gregos pensa q pode dizer isso, mas acho q "cultura canadense" merece um outro post, ne?
 
 
Posted By Renata Xavier
Eu sei q diabete na gravidez é coisa séria e por isso tô correndo atrás…semana passada fui na nutricionista aqui pra fazer um acompanhamento mais sério. Ela pediu pra eu comprar o medidor de glicose no sangue e claro me passou uma dieta de fomeee composta de 1800 calorias.
Faço medições 2 vezes por dia e essa droga de taxa não abaixaaa! Nem eu comendo tudo certinho, sei lá, devo ter ingerido tanto açúcar na vida q vai levar um tempo p glicose dentro do meu organismo abaixar... besteira isso eu sei, mas ando pensando em besteiras porque tô fazendo tudo certinho, sacooo!
 
 
Posted By Renata Xavier
Acho q ainda não falei aqui mas em janeiro mudou uma brasileira no meu prédio, super gente boa, trabalha na GlaxoSmithKline, uma empresa farmacêutica. Preciso abrir um parênteses aqui pra explicar um pouco da economia Porto-riquenha: além do turismo o forte da nossa economia são os laboratórios farmacêuticos. Na década de 50 teve um governador (lembre-se, somos um estado independente dos EUA e por isso Obama não é nosso presidente e sim um governador eleito pelos cidadãos Porto-riquenhos) enfim; um desses governadores resolveu fazer da ilha um lugar mais atrativo p a indústria farmacêutica e instituiu uma isenção fiscal p qualquer farmacêutica q se instala-se na ilha. Foi um booming! Quase todos os laboratórios têm representação na ilha.
Isso, teve os pros e contras, como tudo vai?
O trabalho na industria exterminou a agricultura local, meio q obvio pois quem iria ralar na lavoura se a industria pagava bem mais?
Devido a agricultura local ser bem reduzida, quase tudo q comemos vem de fora e com isso o preço encarece. Ainda lá no Canadá pensava: hummmm em PR vou comer fruta com gosto de fruta, mas q nada além de não terem o verdadeiro gosto elas custam o zóio da cara pois vem dos EUA e é necessário transporte em containers refrigerados pois o clima aqui acelera o processo dos perecíveis. O q encontrei de produção local foram os abacaxis, abacates, rúculas, mandiocas, o tal de plantano q parece uma banana da terra mas tem textura de mandioca. Os produtos orgânicos então nem se fale, custam ultra caro. Sempre qdo vou ao supermercado gasto $50 dólares só em hortefruti e detalhe; não compro em grandes quantidades. Morar na ilha é caro, mas tb acho q esse assunto merece um post a parte.
Enfim; tudo isso pra falar q a vizinha brasileira (a Simone) estava com uma visita esses dias, uma amiga da Filadélfia, e como a vizinha trabalha (e como trabalha, chega em casa todo dia depois das 20 hrs) eu pedi p vizinha me emprestar a amiga, assim eu poderia me entreter mostrando alguns pontos da cidade. Pena não ter fotos, nem da vizinha e nem da amiga.
Segunda recebi a vizinha e a visita p um jantar, nada chic... bom; eu cozinhando só podia ser o meu menu trivial... purê de batata (coloquei thyme, dill e cebola, recomendação da Bia Triano) , fiz tb o frango com chicória do João Marques, mas como aqui não acho chicória acabo usando escarola, p sobremesa o super fácil pudim de leite condensado q a Erika me passou ainda em Vancouver, como acho q fiquei mais de uma hora em pé preparando esses 2 pratinhos, minha genteeeee, antes das meninas chegarem eu já tava cansada, uma dor na sola do pé q acabava com o pouco de energia q eu tinha.
A vizinha tem papo bom, a visita dela tb, eu nem preciso falar, né? Jamie fez umas caipirinhas e o conversêêê foi até tarde, qdo elas foram embora eu estava exaustaaa. Até falei pro Jamie q acho q daqui pra frente não dá mais p receber amigos.
 
 
Posted By Renata Xavier


A semaninha foi pauleira…

O Jamie foi pra Cidade do México na segunda e voltou na quinta, como este lugar está na lista dos q eu não preciso voltar eu decidi ficar no aconchego do meu lar. Enquanto levava ele p o aeroporto recebi uma ligação do meu médico pedindo p eu voltar lá, de cara já saquei: resultados dos exames de sangue + urina...
Deu a tar da diabete gestacional! Ele pediu p repetir os exames, mas dessa vez com intervalos de uma horaaaaa. Puta saco ficar lá esperando e em jejum. Foram 5 picos e com isso passei a manhã toda no laboratório. Ah!!! Qdo entrei p uma das picadas deixei minha sombrinha na sala de espera e adivinha? Qdo voltei à sala de espera percebi q a sombrinha havia sido FURTADAA!!!
Mais similaridades com o meu país esta ilha, hein? Nem me importei, achei q foi vacilada minha mesmo.
Pedi p apressarem o resultado e bingo, estou mesmo com a taxa de açúcar no sangue um pouco elevada.
Vou ter q mudar minha dieta e a mudança será drástica! Achava q diabete era só cortar o açúcar mas q nada, terei q diminuir os carboidratos tb e substituir o arroz e a massa pelos integrais. Vcs tinham q ver eu no supermercado natural, parecia uma pessoa de outro planeta, nunca ví TANTA coisa natural... tem até produto p cachorro, é mole?
Também marquei hora com uma nutricionista aqui. No Brasil eu fui consultada pela nutricionista Adriana Simões (a Cino) q de cara cantou a bola da tal diabete, mas eu me recusei a fazer o exame de sangue, falei pra ela: “Cino, meu médico já pediu, qdo voltar farei... eu sempre encho o saco da Cino com dúvidas nutricionais q achei de bom tom pagar uma consulta, e visitar o consultório dela. Achei ela super competente, nem parecia aquela topeira de menina q pedia p eu ensinar os exercícios de matemática na sétima série.
 

Hoje finalmente conseguimos tirar a tão pedida foto da Filhinha, dá um bico na barrigaaa:
cumpadres



 

 
Posted By Renata Xavier

Há muito tempo atrás eu falei q iria publicar um slideshow da viagem ao Brasil de set/out 2009, muitos meses se passaram e somente agora achei tempo e um software bacaninha pra fazer o tar slideshow. Confesso q me diverti muitoooo fazendo. Adoro esses programinhas…

A música é o hino do barco do Paulo Sávio, chama-se É D’Oxum e todo mundo já gravou… Elba, Bethânia, Gal mas a versão do barco está na voz de Davi Moraes.

Saudades… peito aperta qdo ouço/vejo estas imagens…

 

A publicação do slideshow na web só foi possível graças à ajuda do meu consultor para assuntos de informática, o Mag de Pira-SP http://www.mads.com.br O q seria da Renatinha sem os amigos, hein?

 
Posted By Renata Xavier

Cheguei do Brasil sábado na hora do almoço. Todos os presentes, as comidinhas, as Sagatibas, etc couberam na mala e chegaram em tacta.

Encontrei a casa LIMPA (Jamie chamou uma faxineira), roupa de cama trocada e um marido cheio de saudades.
É bom estar de volta, dessa vez eu senti muita saudade do maridão...
Agora, saudades eu vou ter dessa turma/serviços ai, dá um bico:

Doni_eu
Sabe Deus qdo eu irei fazer meu pé novamente... e a Doni além de ter um custo razoável (R$20) ainda faz massagem no pé eeee Brasir sir sir!!!

Ana_eu
Com essa foto mato 2 coelhos:

mostro a barriga de 6 meses e com a Ana Preta na foto homenageio TODOS os q me ciceronearam, cuidaram  da minha roupa, alimentaram a mim e a Filhinha absolutamente bem (engordei 4 quilos nestas 3 semanas de Brasil), me visitaram e porque não dizer me aturaram durante essas 3 semanas afinal; sei q sou divertida e alegre mas tb sou espaçosa e encho bem o saco das pessoas qdo as coisas não saem do meu jeito.

 

Segunda recebemos a visita da Dra. Priscila aqui em PR. Atualmente ela é minha dermatologista mas nos conhecemos nos idos de 1993 qdo fazíamos o intercâmbio estudantil do Rotary na Holanda. Doctor Pri e eu sempre arrumamos um tempinho p nos encontrar, seja em SP, Ubatuba, Bélgica, Descalvado ou Araras, a amizade só se solidificou no longo desses anos. 1993 foi um ano complicado pra mim com a perda repentina do meu pai e a Doctor q morava bem pertinho de mim na Holanda me ajudou a segurar a barra de uma maneira bem companheira e realista.

drpri_eu


 

 

 

 
Google

User Profile
Renata Xavier
San Juan, PR

 
Recent Entries
 
Archives
 
Links
 
Visitors

You have 572193 hits.

 
Navigation
 
Click for San Juan, Puerto Rico Forecast